Desde 2008, no dia 16 de março, centenas de grupos em mais de 70 países dos cinco continentes comemoram o Dia Mundial do Teatro do Oprimido.

No Largo da Lapa, Rio de Janeiro, o Centro de Teatro do Oprimido – CTO realiza nesta data, das 10 até às 22h, no casarão verde e amarelo da Av. Mem de Sá 31, que abriga a instituição, uma programação de atividades artísticas: peças teatrais, shows musicais, poesias, performances, exibição de vídeos, a instalação O Ser Humano no Lixo, exposição de pinturas, exposição de parte do acervo do Instituto Augusto Boal, além da homenagem Viva Boal que vai celebrar os 79 anos que neste dia completaria o criador do Teatro do Oprimido.

O evento se divide em três momentos, que vão explicitar a diversidade de atuação do Centro de Teatro do Oprimido. Pela manhã o foco é a educação, quando as atividades estarão voltadas para os estudantes da rede pública, que junto a seus professores participam de atividades para desdobramentos pedagógicos. A tarde o foco é o trabalho realizado na saúde mental: nos Centros de Atenção Psicossociais – Caps, hospitais psiquiátricos, hospitais de custódia, núcleos de atenção básica etc. No início da noite o foco é o trabalho nos Pontos de Cultura espalhados pelo Brasil e na África lusófona: Moçambique, Guiné-Bissau, Angola e Senegal. A partir das 20 horas acontece a celebração Viva Boal. O encerramento dançante será ao som de uma terreirada cearense com Geraldo Júnior e o grupo Forró de Raiz, que vieram do Cariri, sertão do Ceará, trazendo ritmos maravilhosos como o coco, forró, reisado, cabaçal, maracatu e outros.

Grupos do Brasil e das mais diversas nacionalidades estarão conectados ao evento, pela internet, enviando mensagens e imagens de suas comemorações.

O evento é uma realização do Centro de Teatro do Oprimido com patrocínio do Ministério da Cultura, Ministério da Saúde e Governo Federal, promoção da TV Globo, apoio da Prefeitura do Rio e Aquareela.

SERVIÇO

Evento: Dia Mundial do Teatro do Oprimido

Data: 16 de março

Horário: 10 às 22 horas

Local: Centro de Teatro do Oprimido. Av. Mem de Sá 31, Lapa

Informações: (21) 2232-5826 e 2215-0503

Classificação indicativa: LIVRE

Ingressos: GRÁTIS

ATENDIMENTO À IMPRENSA

Ney Motta | Centro de Teatro do Oprimido
(21) 2539-2873 e 8718-1965